Maratonista brasileira é suspensa por quatro anos por doping e está fora da Rio-2016
Atletismo

Maratonista brasileira é suspensa por quatro anos por doping e está fora da Rio-2016

Sueli Pereira foi a melhor brasileira da última São Silvestre
24/03/2016 12:54 - Atualizado em 24/03/2016 12:54
Por ahe!
RIO

A maratonista brasileira Sueli Pereira, flagrada no exame antidoping na Corrida Internacional de São Silvestre, foi suspensa por quatro anos. Exame realizado após a tradicional prova de 31 de dezembro acusou a presença de eritropoietina (EPO) em seu organismo. Ela foi pega também na Corrida de Reis, em Cuiabá, em 10 de janeiro. Por isso, ela está fora dos Jogos Olímpicos do Rio.

Sueli foi a melhor atleta brasileira na classificação final da 91ª edição da São Silvestre, cruzando a linha de chegada na quarta colocação.O quinto posto foi da também local Joziane Cardoso, em uma prova dominada por corredoras africanas. A vitória foi da etíope Ymer Wude Ayalew, seguida pela queniana Delvien Relin e a tanzaniana Failuna Matanga.

Os exames que flagraram a substância proibida no organismo de Sueli Pereira foram conduzidos pela Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD), que pela primeira vez realizou exames capazes de detectar EPO na Corrida Internacional de São Silvestre.

 


compartilhar no