Tiro esportivo

Brasil confirma seis atletas no tiro esportivo para os Jogos Olímpicos Rio 2016

Um atleta da carabina, outro na pistola e todos do tiro com prato foram indicados
25/09/2015 20:11 - Atualizado em 25/09/2015 20:11
Por ahe!
RIO

Renato Portela será o representante brasileiro na prova de skeet masculino – Divulgação/CBTEA equipe de tiro ao prato do Brasil já está definida para os Jogos Olímpicos Rio 2016. A Confederação Brasileira de Tiro Esportivo (CBTE), após a disputa do Campeonato Mundial da ISSF 2015, em Lonato, na Itália, fechou o grupo para a modalidade: Roberto Schmits (Fossa Olímpica Masculino); Janice Gil Teixeira (Fossa Olímpica Feminino); Daniela Matarazzo Carraro (Skeet Feminino) e Renato Araújo Portela (Skeet Masculino).

Para disputar os Jogos o atleta tem que ter uma qualificação mínima. O goiano da cidade de Luziânia, no interior do estado, tomou conhecimento de que estava garantido na semana passada, enquanto competia na Europa.

- Soube na Itália, durante o Mundial da ISSF, em Lonato. Antes de terminar a última série da minha prova, fiquei sabendo que a vaga era minha. Quem me deu a notícia foi o diretor-técnico da confederação, Aílton Patriota - lembra Renato, que fez 114 em 125 pontos e não esconde a emoção que sentiu ao ser informado.

Veja mais: Governo federal lança manual de planejamento do setor aéreo para o Rio 2016

Além de Renato Araújo Portela, o paulista José Pedro de Oliveira Costa e o carioca Luciano Parreira Alves estavam concorrendo pela vaga olímpica. Renato, de 52 anos, disputará no Rio de Janeiro sua primeira edição de Jogos Olímpicos e confessa que não vê a hora de desfilar na cerimônia de abertura junto com a delegação brasileira.

Além das vagas do tiro ao prato, o Brasil tem direito, por ser país-sede, a cinco vagas para as modalidades de carabina e pistola. Duas já estão definidas e foram preenchidas por Cassio Rippel e o Felipe Wu. O primeiro conquistou o ouro nos Jogos Pan-Americanos de Toronto na prova da carabina deitado de 50m. O segundo foi ouro em Toronto na prova da pistola de ar de 10m.

As outras três vagas da carabina e pistola somente serão anunciadas após o evento-teste do tiro esportivo, em abril de 2016, no Rio de Janeiro.

Veja mais: Ambicioso, presidente da CBVela espera sete pódios nos Jogos Rio 2016


compartilhar no