Judô

Seleção brasileira derrota o Equador por 3 a 2 no Super Desafio

Nathália Brígida, que estará nos Jogos Pan-Americanos, fez o ponto decisivo
02/06/2015 12:14 - Atualizado em 02/06/2015 12:14
Por ahe!
RIO

O Brasil venceu o primeiro Super Desafio de Judô do ano. Na noite de segunda-feira, em Duque de Caxias (RJ), a seleção fez 3 a 2 no Equador. Marcelo Contini (73kg), Phelipe Pelim (60kg) e Nathália Brígida (48kg) venceram seus confrontos e garantiram o primeiro lugar no pódio.

Em disputa equilibrada contra Vanessa Chala (70kg) na luta de abertura do evento, Barbara Timo não conseguiu seu melhor desempenho e foi superada pela adversária. Na sequência, Marcelo Contini (73kg), por imobilização, carimbou o primeiro ippon do dia, contra Israel Verdugo, e deixou a disputa empatada em 1 a 1.

Terceira atleta a entrar no tatame, Veronice Chagas (63kg) não foi páreo para Estefania García e o Brasil ficou novamente em desvantagem com o placar de 2 a 1 para os equatorianos, deixando para Phelipe Pelim (60kg) a responsabilidade de manter o Brasil vivo na disputa. E o ligeiro não decepcionou, superando Lenin Preciado por ippon.

Com resultado de 2 a 2, coube a Nathália Brígida (48kg), única da equipe que estará nos Jogos Pan-americanos de Toronto, lutar pelo título. Com postura agressiva desde o início do combate, a brasileira conseguiu superar Diana Cobos e fez 3 a 2 para o Brasil.


compartilhar no