Vôlei

Sada Cruzeiro derrota o Sesi e conquista o título da Superliga pela terceira vez

Com uma reação espetacular no segundo set, mineiros batem paulistas por 3 sets a 1
12/04/2015 12:20 - Atualizado em 12/04/2015 14:13
Por ahe!
RIO

O Sada Cruzeiro continua reinando no vôlei brasileiro. Na final deste domingo, no ginásio do Mineirinho, em Belo Horizonte (MG), o time mineiro conquistou pela terceira vez, sendo um bicampeonato, o título da Superliga masculina ao derrotar o Sesi por 3 sets a 1 (21/25, 25/19, 27/25 e 25/19). O cubano Leal, da equipe campeã, foi o principal pontuador do jogo, com 21 acertos, seguido pelo companheiro Wallace (17). Pelo lado do Sesi, Theo anotou 20.

Além da temporada 2014/2015, o Sada Cruzeiro, que disputou sua quinta decisão consecutiva, foi campeão também em 2011/2012 e 2013/2014, quando também derrotou o Sesi. Os paulistas, por sua vez, venceram a edição 2010/2011.

O primeiro set foi dominado desde o início pelo Sesi, que abriu 8/5 e foi para a segunda parada técnica com a vantagem de 16/11. O time paulista não vacilou, permaneceu liderando o placar (22/18) e fechou em 25/21.

 



O segundo set começou equilibrado, mas sempre com o Sada Cruzeiro à frente no marcador. O time mineiro abriu 12/8, o Sesi empatou (12/12), mas novamente os donos da casa abriram vantagem (22/19) e deram números finais com 25/19.

Empolgado pela vitória na parcial anterior, o Sada Cruzeiro começou melhor o terceiro set e abriu 8/4. O Sesi, entretanto, reagiu tirou a diferença e deixou tudo igual (13/13). Os paulistas anotaram 24/21, tiveram tudo para fazer 2 a 1, mas os mineiros reagiram de forma espetacular e viraram a partida: 27/25.

 



No quarto set, após brilhar na parcial anterior, o Sada Cruzeiro entrou com tudo para faturar o terceiro título da Superliga. O Sesi, baqueado pela perda do terceiro set, não conseguiu reagir. Os mineiros foram abrindo vantagem e festejaram mais um título brasileiro com 25/19.

Sada Cruzeiro: William, Wallace, Filipe, Leal, Isac, Éder e Serginho (líbero). Entraram: Alan, Fernando Cachopa, Winters e Douglas Cordeiro. Técnico: Marcelo Mendez.

Sesi: Marcelinho, Théo, Murilo, Lucarelli, Lucão, Riad e Serginho (líbero). Entraram: Thiaguinho, Rafael, Maurício e Rogério. Técnico: Marcos Pacheco.

 


compartilhar no