Hóquei sobre grama

Suicídio foi a causa da morte de goleira da seleção brasileira

Inge Joanna Vermeulen, que atuava na Holanda, tinha 30 anos
14/01/2015 07:12 - Atualizado em 14/01/2015 12:57
Por Bernardo Coimbra
RIO

O hóquei sobre grama brasileiro ficou em choque com a morte da goleira da seleção feminina Inge Joanna Vermeulen, na última segunda-feira, seis dias após completar 30 anos. O ahe! apurou que a jogadora cometeu suicídio, mesmo nenhum dirigente da entidade querendo falar sobre o assunto.

- Ela se suicidou, mas ninguém sabe o motivo - disse uma jogadora da seleção brasileira que preferiu não se identificar.

Inge, que no ano passado trabalhou como treinadora de goleiros da seleção masculina na preparação para a World League, atuava pelo SCHC, da Holanda, principal liga do mundo.

Inge nasceu em Americana, no interior de São Paulo, mas foi adotada por um casal holandês e passou a infância na cidade de Utrecht-HOL. Ela defendia o gol brasileiro desde 2011.

- Recebemos a notícia chocante de que Inge Vermeulen, de repente, faleceu. Estamos muito tristes e chocados com a morte. Respeitamos a escolha dela e achamos prudentes não fazer qualquer outro tipo de comentário. Todos no SCHC víamos a Inge como uma estrela do esporte, muito disciplinada, apaixonada e comprometida com a nossa associação - disse o presidente do SCHC, Stephan van der Vat, ao site oficial do clube holandês.


compartilhar no