Natação

Após disputar os Jubs, Joanna Maranhão deixa aposentadoria e visa os Jogos de 2016

Nadadora pernambucana havia deixado as piscinas no início deste ano
05/11/2014 12:10 - Atualizado em 05/11/2014 13:04
Por ahe!
RIO

Quase um ano depois de anunciar sua aposentadoria, Joanna Maranhão vislumbra disputar sua quarta edição de Jogos Olímpicos. A nadadora pernambucana tinha a intenção de se manter em forma para competir pela faculdade nos Jogos Universitários (JUBs), realizados na última semana. No entanto, a pernambucana teve bom desempenho e está reajustando sua rota para chegar em alto nível no Rio de Janeiro em 2016.

Aos 27 anos, Joanna tem como objetivos principais para 2015 o seu quinto Mundial de longa, em 2015 e os Jogos Pan-Americanos de Toronto. O retorno às competições, ela faz questão de dedicar ao marido, à família, à técnica, à psicóloga, aos companheiros de equipe e a Uninassau, que enviou atletas para treinar por três semanas em La Loma.

 

Veja mais: Ryan Lochte deixa gorjeta recheada em bar de Universidade nos EUA

- Voltei a nadar há quatro meses. E, na primeira competição rumo a minha quarta participação olímpica (porque vou lutar muito pra estar lá), venci os 400 medley com 4'44 e os 100m borboleta com o meu melhor tempo 1'00"38. Retornei feliz e leve - disse a dona do melhor resultado da natação feminina brasileira em Jogos Olímpicos (quinta colocada em Atenas 2004).

Veja mais: Etiene Medeiros leva o bronze nos 50m costas em etapa da Copa do Mundo

Ao anunciar sua aposentadoria no início do ano, Joanna publicou um texto no qual dizia ter "gritado sozinha". A nadadora, que sempre foi uma das maiores críticas do trabalho da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA), também disse que preferia canalizar o seu talento e força para outros ideais. Apesar de voltar atrás em sua decisão de deixar a natação, ela garante que segue pensando da mesma forma em relação às críticas feitas.

 

Veja mais: Matheus Santana quebra o recorde de Cesar Cielo no Paulista

O saldo de Joanna nos Jogos Universitários, realizados no fim do mês passado, em Aracaju, foi bastante positivo. Foram quatro ouros nas provas individuais (200m, 400m medley, 100m borboleta e 200m costas) e mais três pratas nos revezamentos.
 

Quinta colocada em Atenas/2004, Joanna Maranhão é dona do melhor resultado da natação feminina brasileira em Jogos Olímpicos – Divulgação/Facebook


compartilhar no