Ginástica artística

Seleção masculina faz final inédita por equipes no Mundial nesta terça-feira

Brasileiros estarão ao lado de China, Japão, Estados Unidos, Grã-Bretanha, Rússia, Alemanha e Suíça
06/10/2014 19:02 - Atualizado em 06/10/2014 19:02
Por ahe!
RIO

Além de ajudar o Brasil na final por equipes, Sérgio Sasaki irá brigar por medalhas no individual geral e no salto - Ricardo Bufolin/CBGA seleção masculina já entrou para a história com a classificação inédita para as finais por equipe no Mundial de Nanning, na China. Nesta terça-feira (7), o grupo composto por Arthur Nory Mariano, Arthur Zanetti, Diego Hypolito, Francisco Barretto, Lucas Bitencourt e Sérgio Sasaki brigará por uma medalha no Centro de Esporte Guangxi, a partir das 8h (de Brasília).

Os brasileiros estarão ao lado de grandes concorrentes, como China, Japão, Estados Unidos, Grã-Bretanha, Rússia, Alemanha e Suíça. O objetivo é fazer séries ainda mais limpas do que as que foram apresentadas durante a primeira etapa. As apresentações têm um grau de dificuldade bem alto, só depende mesmo dos detalhes para fazer a diferença. Nas classificatórias, a equipe somou 348,100, terminando em sétimo lugar.

A meta do país é melhorar a sétima posição e se preparar para o Mundial do ano que vem, que classifica os oito primeiros times para os Jogos Olímpicos do Rio.

- Pensamos em fazer uma competição a mais limpa possível e não nos preocuparmos com o resultado, pois conseguir esta vaga inédita para as finais já foi algo muito importante – destacou Renato Araújo, um dos técnicos do Brasil.

Além das finais por equipe, no masculino o país também está garantido nas decisões do individual geral, com Sérgio Sasaki e Arthur Nory, e nas finais das argolas com Arthur Zanetti, do solo com Diego Hypolito, e do salto, também com Sasaki.

 

Veja mais: Seleção feminina encerra sua participação no Mundial sem ir às finais


compartilhar no