Vôlei

Morre Ênio Figueiredo, técnico da seleção feminina nas Olimpíadas de 1980 e 1984

Com problemas cardíacos, ele acabou falecendo na madrugada desta terça-feira
12/08/2014 16:23 - Atualizado em 12/08/2014 16:27
Por ahe!
RIO

Um dos grandes treinadores de vôlei do Brasil, Ênio Figueiredo morreu na madrugada desta terça-feira, vítima de complicações cardíacas. O técnico comandou a seleção feminina nos Jogos Olímpicos de 1980, em Moscou, na Rússia (à época União Soviética), e 1984, em Los Angeles, nos Estados Unidos. O enterro será na quarta, às 8h30, no Memorial do Carmo, no Rio de Janeiro.

Ênio Figueiredo começou a carreira como jogador do Flamengo, em 1962. Viveu durante nove anos como atleta e alguns dos títulos mais importantes que conquistou foram com o time carioca onde começou sua história no vôlei.

 

Veja mais: Campeonato Paulista terá musa da modalidade defendendo o Bauru

Atuou em outros clubes e depois virou treinador. Como técnico, além dos Jogos Olímpicos, esteve em grandes competições internacionais como os Jogos Pan-Americanos, Sul-Americano, Universíade, entre outras. Na Universíade, levou o Brasil a conquista do primeiro título de expressão mundial para o vôlei feminino, em 1983.

Foram 25 anos como treinador. No comando da seleção feminina, foi um dos principais responsáveis pelo desenvolvimento técnico e tático do vôlei nos anos 70 e 80. Ênio Figueiredo também esteve à frente da Federação Peruana de Vôlei, onde foi diretor técnico da seleção feminina.

 

Veja mais: Russa Gamova responde crítica de Zé Roberto com provocação


compartilhar no