Prêmio Brasil Olímpico

Poliana Okimoto e Jorge Zarif são eleitos os melhores atletas brasileiros de 2013

Evento contou, entre outras coisas, com bela homenagem ao velejador Torben Grael
17/12/2013 21:15 - Atualizado em 18/12/2013 00:00
Por ahe!
RIO

Em noite de gala para o esporte nacional, nesta terça-feira, no Teatro Bradesco, em São Paulo, o velejador Jorge Zarif e a maratonista aquática Poliana Okimoto, no masculino e feminino, respectivamente, foram eleitos, em votação aberta no site do COB, os melhores atletas de 2013 no Prêmio Brasil Olímpico.

No masculino, Jorge Zarif “venceu” os concorrentes Cesar Cielo (natação) e Athur Zanetti (ginástica artística). No feminino, a grande campeã “derrotou” Rafaela Silva (judô) e Yane Marques (pentatlo moderno). O velejador lembrou de uma ligação do amigo Bruno Prada para agradecer pelo ótimo ano. Indicado cinco vezes, Cielo segue como o maior campeão, com três troféus do prêmio.

- Tudo o que eu precisei fazer esse ano o COB fez. Depois da Olimpíada de Londres operei o joelho e lembro que até hoje, na maca, recebi uma ligação do Bruno Prada me perguntando se eu queria ganhar medalha em 2016 ou ser o 20º lugar de novo. A partir daí começou uma nova etapa. Quero agradecer a ele e ao Robert Scheidt - disse Zarif.

Em 2013, o atleta de 21 anos unificou pela primeira vez os títulos mundiais da classe Finn em duas categorias. Primeiro, quando se tornou bicampeão mundial júnior em Malcesine, na Itália, em julho. Depois, em agosto, em Tallinn, na Estônia, ele conquistou a medalha de ouro na categoria open do Campeonato Mundial da classe.

Veja: Seleção feminina enfrenta a Hungria e luta por vaga na semifinal do Mundial

Poliana Okimoto conquistou pela primeira vez a premiação como melhor atleta brasileira do ano - DivulgaçãoPoliana Okimoto, indicada pela segunda vez para o prêmio - perdeu em 2009 para a judoca Sarah Menezes -, revelou que fez campanha através das redes sociais para receber votos.

- Gostaria de agradecer a todo mundo que votou em mim. Fui campeã mundial muito antes de ganhar a medalha. Meu marido é uma pessoa muito especial Sou uma pessoa muito difícil, principalmente no meu treinamento. E ele tem que estar sempre se moldando e é muito merecedor.

Eleita pela revista americana Swimming World a melhor nadadora de águas abertas em 2013, Poliana conquistou três medalhas no Mundial de Desportos Aquáticos, em julho, em Barcelona, na Espanha. Ela foi ouro nos 10km, prata nos 5km e bronze nos 5km por equipes. Além disso, venceu as duas últimas etapas da Copa do Mundo de Águas Abertas.

Os comandantes também não foram esquecidos. Pela segunda vez consecutiva, o COB concedeu o troféu de Melhor Treinador do Ano a Marcos Goto, técnico de Arthur Zanetti na ginástica artística (no individual), e a José Roberto Guimarães, do vôlei (esporte coletivo).

Outro momento marcante da festa foi a entrega do Troféu Adhemar Ferreira da Silva para o velejador Torben Grael, maior medalhista da história olímpica brasileira ao lado de Robert Scheidt. O troféu é dedicado a atletas que mantêm o legado deixado por Adhemar, o primeiro bicampeão olímpico do país.

Veja mais: Portugal escolhe Campinas como sede de concentração e treinos para 2014

O velejador, atualmente treinador-chefe da Seleção Olímpica de Vela, é dono de cinco medalhas olímpicas: ouro em Atlanta-1996 e Atenas-2004, prata em Los Angeles-1984 e bronze em Seul-1988 e Sydney-2000. Ele tem também no currículo seis títulos Mundiais, 12 troféus em Campeonatos Continentais, além de 45 Campeonatos Brasileiros em oito classes diferentes.

Os atletas dos Jogos Pan-Americanos de 1963 também foram homenageados - Divulgação

Além de, entre outras coisas, premiar os melhores atletas do ano, o COB homenageou o cinquentenário da primeira edição de Jogos Pan-americanos organizada no Brasil. Em 1963, a cidade de São Paulo, sediou o maior evento esportivo do continente americano.

Confira os melhores de 2013 em cada modalidade:
Atletismo – Mauro Vinicius da Silva
Badminton – Lohaynny Vicente
Basquete – Tiago Splitter
Boxe – Robson Conceição
Canoagem Slalom – Ana Sátila
Canoagem Velocidade – Isaquias Queiroz
Ciclismo BMX – Renato Rezende
Ciclismo Estrada – Rafael Andriato
Ciclismo Mountain Bike – Henrique Avancini
Ciclismo Pista – Flavio Cipriano
Desportos na Neve – Isabel Clark
Desportos no Gelo – Isadora Williams
Esgrima – Gabriela Cecchini
Futebol – Neymar
Ginástica Artística – Arthur Zanetti
Ginástica de Trampolim – Giovanna Matheus
Ginástica Rítmica – Angelica Kvieczynski
Golfe – Adilson da Silva
Handebol – Alexandra Nascimento
Hipismo Adestramento – Luíza Almeida
Hipismo CCE – Marcelo Tosi
Hipismo Saltos – Alvaro Affonso de Miranda Neto – Doda
Hóquei Sobre Grama – Matheus Borges Ferreira
Judô – Rafaela Silva
Levantamento de Peso – Fernando Reis
Lutas – Joice Silva
Maratona Aquática – Poliana Okimoto
Natação – Cesar Cielo
Natação Sincronizada – Lorena Molinos
Pentatlo Moderno – Yane Marques
Polo Aquático – Izabella Chiappini
Remo – Fabiana Beltrame
Rugby – Julia Sardá
Saltos Ornamentais – Cesar Castro
Taekwondo – Guilherme Dias
Tênis – Bruno Soares
Tênis de Mesa – Hugo Calderano
Tiro com Arco – Sarah Nikitin
Tiro Esportivo – Cassio Rippel
Triatlo – Pâmella Oliveira
Vela – Jorge Zarif
Vôlei de praia – Talita
Vôlei – Thaisa

Confira também os vencedores das edições anteriores do Prêmio Brasil Olímpico:
1999 – Maurren Maggi (atletismo) e Gustavo Kuerten (tênis)
2000 – Leila (vôlei) e Gustavo Kuerten (tênis)
2001 – Daniele Hypolito (ginástica artística) e Robert Scheidt (vela)
2002 – Daniele Hypolito (ginástica artística) e Nalbert (vôlei)
2003 – Daiane dos Santos (ginástica artística) e Fernando Meligeni (tênis)
2004 – Daiane dos Santos (ginástica artística) e Vanderlei Cordeiro (atletismo)
2005 – Natália Falavigna (taekwondo) e João Derly (judô)
2006 – Laís Souza (ginástica artística) e Giba (vôlei)
2007 – Jade Barbosa (ginástica artística) e Thiago Pereira (natação)
2008 – Maurren Maggi (atletismo) e Cesar Cielo (natação)
2009 – Sarah Menezes (judô) e Cesar Cielo (natação)
2010 – Fabiana Murer (atletismo) e Murilo (vôlei)
2011 – Fabiana Murer (atletismo) e Cesar Cielo (natação)
2012 – Sheilla Castro (vôlei) e Arthur Zanetti (ginástica)
2013 – Poliana Okimoto (maratonas aquáticas) e Jorge Zarif (vela)


compartilhar no