Atletismo

CBAt rebate críticas de Vanda Gomes após erro na final do revezamento 4x100m

Atleta disse que entidade não ofereceu treinamento e que estrutura não era a ideal
19/08/2013 14:56 - Atualizado em 19/08/2013 15:15
Por ahe!
RIO

Vanda Gomes criticou estrutura oferecida para as atletas no Mundial - DivulgaçãoApós errar na passagem do bastão, quando não conseguiu pegá-lo das mãos de Franciela Krasucki, na final do revezamento 4x100m do Campeonato Mundial de Moscou, na Rússia, Vanda Gomes desabafou e disparou contra a Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt).

A velocista criticou a falta de treinamentos para a prova e a estrutura precária de hospedagem e alimentação oferecida às atletas. Para ela, essas podem ser as razões pelas quais a tão sonhada medalha ficou pelo caminho.

Veja mais: Jamaica é ouro no revezamento 4x100m feminino; Brasil deixa bastão cair

Em resposta às declarações de Vanda, a CBAt emitiu um comunicado oficial dizendo que a estrutura era, sim, a ideal para um bom desempenho no torneio. A entidade explicou na nota, assinada pelo vice-presidente Warlindo Carneiro da Silva Filho, que o hotel era um dos autorizados e indicados pela organização do Mundial.

Confira na íntegra o comunicado


A Confederação Brasileira de Atletismo, tendo em vista as declarações da atleta Vanda Ferreira Gomes, integrante da Delegação Brasileira ao Mundial de 2013, após a final do revezamento 4x100 m feminino, neste domingo, dia 18, na última etapa do Campeonato, disputado no Estádio Olímpico de Moscou, tem a esclarecer o seguinte:


1. A citada atleta, convocada pela CBAt, participou de camping de treinamento e competição na Alemanha, deslocando-se, depois, para à Delegação, para o período de aclimatação. Neste período, a equipe de revezamento participou de competições na Europa, inclusive na etapa da Diamond League de Londres. No intervalo das competições, o grupo fez treinamentos específicos de revezamento na Alemanha, sempre com suporte de equipe multidisciplinar da CBAt.


2. Não recebemos nenhuma reclamação da citada atleta ou de qualquer outra pessoa do grupo sobre problemas com hospedagem e alimentação nesse período. Por sinal, no local, se encontravam outros atletas de ponta do Atletismo internacional.


3. Em nenhum momento a citada atleta trouxe qualquer reclamação sobre eventuais problemas à Comissão Técnica da Delegação ou a própria CBAt.


4. No dia 02 de agosto de 2013, a equipe de revezamento reuniu-se ao restante da Delegação, em Moscou, para o período de aclimatação prévio ao Mundial, tendo ficado hospedada no Hotel Cosmos, um dos hotéis oficiais do Campeonato, escolhidos pelo Comitê Organizador, conforme normas da IAAF. Neste hotel ficaram hospedados mais de 2.000 (dois mil) participantes do Campeonato, não havendo qualquer reclamação de nenhum país sobre as condições de hospedagem e alimentação, que atendeu as necessidades de todos os participantes.


5. Além disso, a CBAt disponibilizou na Comissão Técnica da Delegação uma nutricionista, justamente com a finalidade de monitorar a alimentação dos atletas e, se fosse o caso, providenciar sua complementação. A citada atleta nunca entrou em contato com a nutricionista para qualquer assunto.


6. Igualmente, a atleta se omitiu na aceitação do trabalho da psicóloga da Comissão Técnica, não apresentando nunca qualquer reclamação aos integrantes da Comissão ou da própria CBAt, presentes em Moscou, sobre o assunto.


7. O treinamento da equipe de revezamento 4x100 m feminino do Brasil foi realizado no período prévio, na Alemanha, assim como em Moscou, dentro da programação elaborada pelo treinador responsável.


Assim, causa estranheza à Confederação Brasileira de Atletismo e a Comissão Técnica da Delegação as declarações da atleta, as quais não correspondem à verdade dos fatos. Por outro lado, a CBAt considera os resultados da Seleção Brasileira no Campeonato Mundial de 2013 bastante satisfatórios, tendo seis atletas alcançado um lugar entre os oito primeiros em suas provas. A Seleção ainda foi finalista em duas provas de revezamento.


Moscou, 18 de agosto de 2013


Warlindo Carneiro da Silva FIlho
Vice-Presidente da CBAt


compartilhar no