Esportes de inverno

Políticos russos decidem manter lei antigay durante Jogos Olímpicos de Inverno

Competição será realizada em Sochi; COI segue fazendo campanha contra movimento
01/08/2013 12:27 - Atualizado em 01/08/2013 12:27
Por ahe!
RIO

As medalhas dos Jogos de Sochi - Olga Maltseva/AFPOs políticos russos revelam, nesta quarta-feira, que o país não vai suspender a lei antigays durante os Jogos Olímpicos de Inverno, que serão disputados em 2014 em Sochi, na Rússia. Mesmo diante dos apelos do Comitê Olímpico Internacional (COI), os políticos confirmaram a imposição da lei. Um dos autores do projeto, Vitaly Milonov acredita que seria impossível suspender ou aplicar seletivamente a lei durante os Jogos.

- Estou agindo de acordo com a lei russa. E se a lei foi aprovada pelo legislativo federal e assinado pelo presidente, então o governo não tem o direito de suspendê-la. Não há autoridade para isso - disse Vitaly à agência "Interfax".

De acordo com as leis na Rússia, qualquer atleta, treinador ou torcedor, gay ou defensor dos direitos dos mesmos, pode ser preso por até 14 dias e, posteriormente, expulso do país. Ainda assim, o COI continua sua campanha contra o movimento.

- O esporte é um direito humano e deve estar disponível para todos, independentemente de raça, sexo ou orientação sexual - disse um porta-voz do Comitê Olímpico Internacional, em comunicado oficial.

 Veja mais: Comitê Olímpico dos Estados Unidos descarta boicotar Jogos de Sochi


compartilhar no