Basquete

Em noite memorável de LeBron James, Miami Heat vence o Spurs e é bicampeão da NBA

Após liderar o time com 37 pontos e 12 rebotes, astro ainda foi eleito o MVP das finais
21/06/2013 00:51 - Atualizado em 21/06/2013 10:42
Por ahe!
RIO

LeBron James não é chamado de “Rei” à toa. Com atuação memorável, ele brilhou e agora já pode, pela segunda vez em sua carreira, gritar “é campeão”. Na noite desta quinta-feira, na American Airlines Arena, o astro conduziu o Miami Heat a uma vitória histórica sobre o San Antonio Spurs por 95 a 88, que deu ao time da Flórida seu segundo título consecutivo da NBA. O triunfo no jogo 7 encerrou a série decisiva da liga americana em 4 a 3. E a noite de LeBron não parou por aí. Ele ainda foi escolhido como o MVP das finais (já havia sido eleito também como o melhor da temporada).

Com a vitória, o Miami acabou jogando um balde de água fria no sonho brasileiro de ter um campeão na NBA pela primeira vez. Tiago Splitter, pivô do San Antonio Spurs, tinha a chance de escrever seu nome na história da liga americana. Agora, ele e Anderson Varejão são os únicos a chegarem a fase final da NBA.

Este foi o segundo título consecutivo do Miami Heat na NBA. No ano passado, a equipe, que também contou com um LeBron James inspirado na série decisiva, derrotou o Oklahoma City Thunder por 4 a 1. O outro título do Miami foi em 2006, quando venceu o Dallas Mavericks na final por 4 a 2, com Dwayne Wade eleito o MVP.

Em noite mágica, LeBron James saiu de quadra com 37 pontos, 12 rebotes e quatro assistências. Além dele, Dwayne Wade também brilhou, com 23 pontos e dez rebotes, assim como Shane Battier, com 18 pontos, sendo todos eles em cestas de três pontos.

Pelo lado do San Antonio, os melhores em quadra foram Tim Duncan (24 pontos e 12 rebotes) e Kawhai Leonard (19 pontos e 16 rebotes). Tiago Splitter, por sua vez, permaneceu em quadra por pouco tempo (4m17s) e fez apenas dois pontos.

Miami Heat foi campeão pela segunda vez consecutiva - AFP

Após vencer o duelo do tapinha inicial, o San Antonio Spurs teve a primeira posse de bola do jogo. Pelas mãos de Danny Green, o time cometeu um erro e proporcionou um contra-ataque para o Miami, que não aproveitou a chance e "devolveu a gentileza" com um turnover de Mario Chalmers. Após erros de lado a lado e um início nervoso, a primeira cesta da partida só saiu depois de quase dois minutos jogados, pelas mão de Tony Parker, com uma bandeja de costas.
Depois disso, o San Antonio foi melhor, mostrando organização tática e jogadas mais desenhadas. Enquanto isso, o Miami apostava no talento individual de seus astros. No entanto, foi um coadjuvante que deu vantagem ao time da Flórida ao fim do primeiro período. Shane Battier, com duas cestas de três pontos, contribuiu para que o time da casa terminasse a primeira parcial na frente (18 a 16).

Tiago Splitter não conseguiu ser o primeiro brasileiro campeão da NBA - AFPOs primeiros pontos do segundo quarto saíram novamente das mãos de Battier, e outra vez do perímetro. O Spurs, porém, logo respondeu com uma bela enterrada de Tiago Splitter. A partir de então, o jogo começou a esquentar, principalmente por conta da boa atuação de Dwayne Wade. Após pegar três rebotes ofensivos, o Miami concluiu jogada importante e trouxe o torcedor para o seu lado definitivamente.

Depois disso, foi a vez de LeBron James brilhar. Com uma penetração no garrafão e uma bola de longe, o astro chamou para si a responsabilidade e colocou o Heat em vantagem (33 a 27). No entanto, o time visitante foi buscar e o equilibrio voltou a dar o tom. No fim da etapa, vantagem para o Miami: 46 a 44.

Na volta dos vestiários, a partida seguiu emocionante e com LeBron James em dia inspirado. Assim, o Miami Heat conseguiu impor seu ritmo. No entanto, ele e Wade começaram a “jogar sozinhos” e o time permitiu que o Spurs reagisse. Com um jogo mais consitente e coletivo, a equipe do Texas chegou a passar na frente. Nos segundos finais do terceiro período, no entanto, Mario Chalmers acertou um lindo arremesso de longe que colocou o Heat em vatagem outra vez.

No quarto e último período, as equipes entraram separadas por apenas um ponto (72 a 71). Eis então que LeBron James voltou aos holofotes e roubou a cena. Ele e Wade conduziram o time ao ataque, e o Heat abriu seis pontos de frente (83 a 77) a menos de seis minutos para o fim, obrigando Gregg Popovich a pedir tempo. No fim, o jogo começou a ganhar contornos dramáticos. Porém, com grande aproveitamento e calma, LeBron James deu show partcular e "destruiu" com o jogo, conqusitando seu segundo anel de campeão da NBA.


compartilhar no