Tênis

Rafael Nadal vence batalha épica com Novak Djokovic e volta à final de Roland Garros

Espanhol, quarto do mundo, vai em busca de seu oitavo título no Grand Slam francês
07/06/2013 13:06 - Atualizado em 07/06/2013 15:56
Por ahe!
RIO

Em um jogo emocionante, cheio de alternativas, o espanhol Rafael Nadal derrotou o sérvio Novak Djokovic por 3 sets a 2, nesta sexta-feira, e mostrou que é mesmo um tenista difícil de ser batido no saibro e especialmente em Roland Garros, onde fará sua oitava final. As parciais foram de 6/4, 3/6, 6/1, 6/7 (3/7) e 9/7, em 4h37m.

Nadal, que busca seu oitavo título no Grand Slam francês, chegou à 20ª vitória em 35 jogos contra Djokovic, que havia derrotado o espanhol recentemente na final do Masters 1000 de Monte Carlo, também no saibro.

Número 4 do mundo, Nadal perdeu apenas um jogo desde sua primeira participação em Roland Garros, em 2005. Foi para o sueco Robin Sordeling, nas oitavas de final do torneio de 2009. Sua oitava decisão será contra o seu compatriota David Ferrer, número 5 do mundo, que passou fácil pelo francês Jo-Wilfried Tsonga, oitavo do ranking, por 3 sets a 0, parciais de 6/1, 7/6 (7/3) e 6/2.

 

 

Veja mais: Ferrer passa fácil por Tsonga e enfrenta Nadal na final de Roland Garros

A Djokovic, resta lamentar mais uma eliminação em Roland Garros, único dos quatro Grand Slams que ele ainda não conquistou. No ano passado, o número 1 do mundo chegou à final, mas acabou derrotado em quatro sets pelo próprio Rafael Nadal.

O jogo

O primeiro set começou equilibrado. Até que, no sétimo game, como o jogo empatado em 3 a 3, Nadal quebrou o serviço de Djokovic, abrindo caminho para fechar em 6/4.

Atrás no placar, o sérvio elevou seu nível no segundo set e quebrou Nadal no quinto game, abrindo 3 a 2. Uma nova quebra no oitavo game permitiu ao sérvio fazer 5 a 3 e depois fechar em 6/3, igualando o placar.

Novak Djokovic lamenta - Foto: Kenzo Tribouillard / AFP

Estranhamento, Djokovic sofreu um apagão no terceiro set. Esteve na iminência de levar um "pneu", mas ainda se salvou e perdeu de 6/1 após cometer 13 erros não forçados contra apenas três de Nadal.

 

Veja mais: Bia Haddad vai á final de duplas juvenis de Roland Garros

O espanhol chegou perto da vitória no quarto set ao abrir 4 a 3 e ter o saque a favor. Djokovic parecia morto, mas deu o troco, quebrou no game seguinte e deixou tudo igual. No 5 a 5, o heptacampeão de Roland Garros aproveitou o segundo break point e quebrou o sérvio, se colocando em vantagem novamente. Mas o número 1 do mundo voltou a mostrar coração, empatou em 6 a 6 e prevaleceu no tie-break: 7 a 3.

Cheio de moral, Djokovic abriu o quinto set quebrando o saque de Nadal. E se manteve na liderança até o oitavo game, quando o espanhol conseguiu uma quebra suada e empatou em 4 a 4. O jogo seguiu equilibrado até Nadal estar na frente por 8 a 7. Então, o sérvio jogou mal seu game de serviço e acabou perdendo de zero, dando ao adversário uma vitória suada e épica.


compartilhar no