Notícias

Suspeito das explosões em Boston queria lutar boxe pelos EUA na Olimpíada

Tamerlan Tsarnaev, de 26 anos, foi morto nesta sexta durante confronto com a polícia
19/04/2013 19:30 - Atualizado em 19/04/2013 19:42
Por ahe!
RIO

Tamerlan Tsarnaev praticava boxe na escola Wai Kru de artes marciais mistas - Glenn DePriest/Getty Images/AFPTamerlan Tsarnaev, um dos suspeitos de ter executado a explosão de duas bombas na Maratona de Boston na última segunda, tinha o sonho de fazer parte da equipe olímpica de boxe dos Estados Unidos. Segundo a imprensa local, Tsarnaev disse recentemente que gostaria de usar o esporte para obter a cidadania americana e expressou a vontade de defender o país em uma Olimpíada.

O checheno de 26 anos foi morto nesta sexta-feira em tiroteio com a polícia e praticava boxe na escola Wai Kru de artes marciais mistas. Em reportagem publicada no site da escola, ele dizia que "não tem amigos americanos" e que "não os entende".

Veja mais: FBI identifica suspeitos de terem cometido atentado em Boston

Tsarnaev e seu irmão Dzhokhar, de 19 anos, são tidos como os responsáveis pela morte de três pessoas em Boston. O diário "Lowell Sun" informou que o irmão mais velho ganhou em janeiro o prêmio Luva de Ouro como o melhor novato no meio-pesado.

- Gosto dos Estamos Unidos. Há uma grande quantidade de oportunidades de emprego. Isso é algo que não existe na Rússia. Aqui tenho a oportunidade de ganhar dinheiro se está disposto a trabalhar – disse Tamerlan Tsarnaev há época.

Dzhokhar também é um atleta e compete na equipe de luta livre da sua escola em Massachusetts. Em 2011, ele foi nomeado um dos melhores da Liga de Inverno de Boston e ganhou uma bolsa de estudos para ingressar em Cambridge.

Veja mais: Atentado em Boston leva Brasil a rever estratégia para eventos esportivos


compartilhar no