Levantamento de peso

CT em Viçosa recebe equipamentos de nível olímpico e reforça sua infraestrutura

Local servirá para impulsionar a modalidade e ajudar na descoberta de novos talentos
11/04/2013 13:58 - Atualizado em 11/04/2013 18:59
Por Natália da Luz
Rio

Na última semana, a preparação dos atletas do Centro de Treinamento de Levantamento de Peso de Viçosa (MG) ganhou um "upgrade". Eles receberam equipamentos de primeira linha, os mesmos utilizados na Olimpíada de Londres, a fim de promover o desempenho da instituição e de seus atletas, que colecionam títulos como os de campeões brasileiros em 2011 e 2012, nas categorias adulto e sub-20.
 

- Adquirimos equipamentos idênticos aos utilizados nos Jogos de 2012. Foram barras, anilhas, barras infantis, plataformas e cavaletes. A maioria do material possui garantia vitalícia, para se ter uma ideia da qualidade do mesmo – disse em entrevista ao ahe! Pedro Meloni, coordenador do CT, lembrando que o espaço no interior de Minas não fica atrás dos reconhecidos Centros de Alto Rendimento espanhóis ou do OTC (Olympic Training Center) de Colorado Springs, nos EUA.
 

Centro de Treinamento do Levantamento de Peso de Viçosa - Foto: Daniel Sotto Maior Pedro contou que parte do projeto, aprovado pelo Ministério dos Esportes,  consiste em criar núcleos de identificação de talentos, colocando plataformas e barras em duas escolas municipais, com mais de mil alunos cada. Além disso, o CT está realizando parcerias com três instituições de ensino federais da região, com o mesmo objetivo.


- Nosso centro tem capacidade para atender 100 jovens por dia. Com estas ações e uma maior infraestrutura, pretendemos aumentar em 150 o número de jovens atendidos (250 no total).  Ainda temos bastante a evoluir em estrutura auxiliar de treino, como alojamentos, refeitórios, saunas, etc - enumerou Pedro, também consultor do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos.
 

Hoje, o Centro de Treinamento, que pertence à Universidade Federal de Viçosa, prepara 50 atletas profissionais. Deste grupo, há 15 (12 homens e três mulheres) que recebem o auxílio do Bolsa-Atleta do Ministério dos Esportes, sendo que cinco (todos homens) estão elegíveis para seleções brasileiras Sub-15, Sub-17, Sub-20 e Sub-23. 
 

Ano de avanço para a modalidade


Yuri Cortez - AFP - Olimpíada de Londres Após a histórica medalha de ouro na categoria de 105 kg durante os Jogos Pan-Americanos de 2011, em Guadalajara (México), Fernando Reis, mesmo lesionado, fechou a Olimpíada de Londres na 12ª posição. No mês passado, o atleta de 23 anos foi o melhor em sua categoria (105 kg) e ficou em primeiro lugar no "Arnold Weightlifting Championships" em Columbus, Estados Unidos, onde vive.

 

Com 25 anos, a brasileira Jaqueline Ferreira fez a sua melhor marca e bateu o recorde brasileiro no levantamento de peso na categoria até 75 kg, na Olimpíada de Londres. Com 230 kg na soma de arranque e arremesso, Jaqueline ficou na segunda colocação de sua bateria, atrás apenas da camaronesa Madias Dodo Ngake, que levantou 246 kg no total. No geral, a brasileira ficou na oitava posição. 
 

O ano foi de muito avanço para o esporte e, em Viçosa, Pedro contou que o investimento foi de R$ 650 mil do governo federal e de R$ 36 mil do governo estadual. O investimento também previu a inclusão de uma auxiliar técnica e dois estagiários de Educação Física, remunerados, para trabalhar nas escolas que receberão os equipamentos. 
 

- Ainda temos a previsão para contratação de um treinador estrangeiro no ano de 2014, visando nosso objetivo: alto rendimento no esporte de base. Desde 2007, já foi investido pouco mais de R$ 1 milhão de reais no CT de Levantamento de Peso da UFV, considerando os governos municipal, estadual e federal - disse o coordenador, que esteve na cerimônia de entrega do material ao lado de autoridades como o Vice-Presidente da Federação Panamericana de Levantamento de Peso, Horácio Reis, da representante da ELEIKO no Brasil, Silvia Saraiva, do diretor do Laboratório de Performance Humana, João Carlos Bouzas Marins, e do chefe do Departamento de Educação Física da UFV, Prof. Paulo Lanes Lobato.
 

Centro de Treinamento do Levantamento de Peso de Viçosa - Foto: Daniel Sotto Maior Com a renovação dos equipamentos, o Centro de Treinamento fortalece a sua posição e condição em receber as delegações estrangeiras durante a Olimpíada de 2016. Em todo o país, a instituição é a detentora da melhor infraestrtutura imposta, segundo os parâmetros da Federação Internacional.
 

- Atualmente, precisamos instalar uma sauna seca e uma estação para crioterapia (tanques de gelo). Nossa sala de fisioterapia e reabilitação conta hoje com todos os equipamentos necessários para atletas de levantamento de peso, e o restante dos equipamentos atende perfeitamente a qualquer delegação estrangeira - encerrou Pedro.


compartilhar no