Vôlei

Bernardinho confirma permanência no Unilever e na seleção até os Jogos de 2016

Técnico tentará seu segundo ouro olímpico à frente da equipe masculina no Rio
09/04/2013 14:00 - Atualizado em 09/04/2013 14:00
Por ahe!
RIO

Em evento realizado na manhã desta terça-feira, em São Paulo, Bernardinho viveu momentos de D. Pedro I. Em seu “Dia do fico” o treinador confirmou a permanência no Unilever, com quem conquistou a Superliga feminina de vôlei neste domingo, e no comando técnico da seleção brasileira masculina até pelo menos os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016.

Apesar de declarações de Ary Graça garantindo que Bernardinho permaneceria, o treinador jamais chegou a confirmar a informação. Aos 53 anos, ele disse que conversou com dirigentes da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) e acertou os últimos detalhes para a sequência do trabalho.

Veja mais: Após final, Unilever e Sollys podem se enfrentar no Mundial de Clubes

Na seleção, Bernardinho é praticamente unanimidade. No comando da equipe desde 2001, ele conquistou um ouro olímpico (Atenas, 2004), duas pratas (2008, Pequim, e 2012, Londes), três títulos mundiais (2002, 2006 e 2010), além de oito taças da Liga Mundial.

Além da permanência na seleção, ele confirmou também que seguirá à frente do Unilever. No Ibirapuera, Bernardinho conduziu o time do Rio de Janeiro seu oitavo título nacional, quando derrotou, de virada, o arquirrival Sollys/Nestlé por 3 sets a 2.

Veja mais: 
Giba decepciona dirigentes e seu time acaba eliminado do campeonato argentino 
Sesi age rápido e anuncia técnico Marcos Pacheco como substituto de Giovane Gávio 
CBV cria Conselho de Administração Gestor da Superliga
Ingressos para a decisão da Superliga masculina se esgotam em cerca de 1h 


compartilhar no