Atletismo

Brasil coloca três entre os 13 primeiros em maratona vencida por atleta de Uganda

Marílson Gomes dos Santos foi o melhor deles, com a quinta colocação na prova
12/08/2012 09:21 - Atualizado em 12/08/2012 09:32
Por AHE!
RIO

Stephen Kiprotich ergue a bandeira da Uganda pouco antes de vencer a maratona - Foto: Daniel Garcia / AFPFrancos favoritos à medalha de ouro na maratona masculina nos Jogos Olímpicos de Londres, os quenianos tiveram que se contentar com a prata e o bronze na prova deste domingo, que encerrou os eventos de atletismo. Quem subiu ao lugar mais alto do pódio foi Stephen Kiprotich, de Uganda, que surpreendeu ao cruzar na frente com 2h08m01. Abel Kirui (2h08m27) ficou em segundo, enquanto Wilson Kipsang (2h09m37) acabou em terceiro.

O brasileiro Marílson Gomes dos Santos foi o quinto colocado, com 2h11m10. Os outros dois maratonistas do país também fizeram bonito na prova. Paulo Roberto de Paula (2h12m17) terminou em oitavo, enquanto Franck Caldeira (2h13m35) chegou em 13º, fechando uma participação histórica do Brasil na maratona. Nem Quênia conseguiu colocar seus três atletas inscritos entre os 15 primeiros.

A vitória de Kiprotich se desenhou a partir do quilômetro 37, quando ele abriu enorme vantagem sobre Kirui e Kipsang. Àquela altura, Marílson corria solto na quarta colocação. No fim, no entanto, o brasileiro acabou ultrapassado pelo norte-americano Mebrathom Keflezighi e terminou em quinto.

- Foi a maratona que mais sofri na minha vida. Corri muitas provas e nunca tive tanta raça quanto tive hoje (domingo). Lutei até o fim por medalha e pena que não deu. Mas fico feliz de ter dado o máximo - disse Marílson. 


compartilhar no