Basquete

Em noite histórica, seleção americana atropela Nigéria e acumula recordes

Com 156 pontos, Estados Unidos superam marca brasileira em uma partida olímpica
02/08/2012 19:59 - Atualizado em 02/08/2012 20:28
Por AHE!
RIO

Timothy Clary/AFPEnfim, a seleção americana de basquete fez jus ao título de "Dream Team" nos Jogos Olímpicos de Londres. Após vencer França e Tunísia sem empolgar, os Estados Unidos massacraram a Nigéria por 83 pontos de diferença, nesta quinta-feira, fazendo 156 a 73 (78 a 45), com direito a show e muitos recordes. O ala Carmelo Anthony foi o grande nome da partida.

Com os 156 pontos, os Estados Unidos superaram a maior pontuação de uma equipe em uma partida olímpica (138 do Brasil contra o Egito, na Olimpíada de Seul-88). O placar máximo atingido pelos americanos tinha sido 133, obtido contra a China, em Atlanta-96. 

 

Ao marcar 37 pontos, Carmelo Antonhy também garantiu seu recorde. O ala se tornou o maior cestinha de uma partida dos Estados Unidos na história dos Jogos (a marca anterior era de Stephan Marbury, com 34, sobre a Espanha, em Atenas-2004).   

 

Entre os feitos mais notáveis está também o recorde de bolas de três pontos em um jogo de Olimpíadas. A marca anterior (13 chutes certos) foi superada com sobras pelo time americano, que converteu incríveis 29 arremessos em 46 tentativas. Só Carmelo Anthony acertou dez.    

 

Veja mais: Com cesta no fim, Brasil perde invencibilidade para a Rússia

 

Recordes à parte, o basquete apresentado pelos comandados de "Coach K." merece referência. A eficiência e plasticidade apresentadas na Basketball Arena fizeram desta noite um momento histórico do basquete mundial.


Confira os outros resultados desta quinta-feira


Grupo A
França 82 x 74 Lituânia
Argentina 92 x 69 Tunísia


Grupo B
Austrália 81 x 61 China
Brasil 74 x 75 Rússia
Espanha 79 x 78


compartilhar no