Futebol

Seleção feminina será liderada por Marta em Londres e lista inclui revelação Thaisinha

Barcellos deixa Tânia Maranhão e Maicon fora da lista, indicando renovação do grupo
29/06/2012 13:18 - Atualizado em 29/06/2012 18:34
Por AHE!
RIO

O técnico da seleção feminina, Jorge Barcellos, divulgou nesta sexta-feira, em coletiva na Granja Comary, em Teresopólis, as 18 jogadoras que vão representar o Brasil nos Jogos de Londres 2012. Lideradas por Marta, o time brasileiro ainda contará com a revelação Thaisinha, meia-atacante de apenas 19 anos. Tânia Maranhão e Maicon, que estiveram em Atenas 2004 e Pequim 2008, ficaram fora do grupo que buscará o inédito ouro olímpico.

A estreante em Olimpíadas por pouco não ficou fora da lista final. Mais cedo, durante o jogo-treino contra a seleção feminina sub-20, ela se machucou em uma dividida mais ríspida e precisou passar por exames médicos. Após divulgar a lista, o técnico chegou a deixar a também atacante Daniele de sobreaviso, caso uma lesão mais grave da revelação fosse confirmada. Antes do fim da coletiva, porém, veio a notícia de que não havia lesão.

Segundo Jorge Barcellos, apesar da pouca idade - 19 anos - Thaisinha, que é a jogadora mais nova do grupo, possui experiência nas seleções de base, com participações nos Mundiais sub-17, sub-20 e no Sul-Americano sub-20, além de ser umas das principais revelações do futebol do país. A opção pela atacante, contrastou com a ausência da zagueira Tânia Maranhão e da lateral Maicon, presentes na conquista das medalhas de prata, em Atenas 2004 e Pequim 2008, na lista.

- Fizemos uma mescla e achei que foi bom. Essa mistura foi colocada em campo hoje (sexta-feira) contra o time sub-20 e a seleção se saiu muito bem. Precisamos de jogadoras de seleção, não de antigas ou novas, isso não tem relevância para mim. O que vale é o serviço prestado. Tivemos parâmetro para as escolhas - explicou Barcellos, revelando que o período de treinamento na Ganja Comary foi determinante para a decisão.

Treinador evitar comparar preparação do Brasil com outras seleções

O técnico Jorge Barcellos durante a convocação final, nesta sexta-feira - RAFAEL RIBEIRO / CBFSobre a preparação do Brasil para os Jogos Olímpicos, Jorge Barcellos evitou fazer comparações com os trabalhos de outras seleções. Perguntado sobre a quantidade de jogos disputadas por times como Estados Unidos e Japão, que jogaram entre 16 e 20 amistosos, contra apenas 7 da seleção, o técnico disse que preferia menos partidas a enfrentar enquipes que não estarão nas Olimpíadas.

-  Prefiro fazer cinco jogos com equipes que serão candidatas ao título do que fazer 20 jogos contra quem não vai estar lá. Não quero comparar e nem ficar pensando nas outras seleções, temos que focar na nossa realidade, que agora é o primeiro jogo contra Camarões, e lembrar que já melhorou bastante em termos de treinamentos e estrutura - disse o técnico brasileiro.

As jogadoras convocadas para os Jogos de Londres 2012 se apresentam na próxima segunda-feira, ainda na Granja Comary, onde permanecem até o dia 6, quando embarcam para a Suíça. No país europeu, a seleção feminina encerra a preparação olímpica com amistosos contra Colômbia, Polônia e Canadá, respetivamente, nos dias 11, 14 e 17 de julho.

Confira a lista de convocadas para as Olimpíadas:

Goleiras

Andréia Suntaque – Juventus-SP
Bárbara Micheline – Foz Cataratas

Laterais

Maurine Dorneles – Centro Olímpico
Fabiana da Silva - Roosiyanca-RUS
Rosana dos Santos - Lyon
Grazielle Pinheiro – Portuguesa

Zagueiras

Aline Pellegrino – Roosiyanca-RUS
Bruna Beatriz – Foz Cataratas ZAG
Daiane Menezes (Bagé) – São José dos Campos
Erika Cristiano – Centro Olímpico

Meio-campistas

Elaine Estrela – Tyresoff-SUE
Ester Aparecida - Roosiyanca-RUS
Francielle Manoel – São José dos Campos
Renata Aparecida da Costa – Foz Cataratas
Miraildes Maciel (Formiga) – São José dos Campos

Atacantes

Cristiane Roseira - Roosiyanca-RUS
Marta Vieira da Silva – Tyreso-SUE
Thaís Duarte – Vitória

Veja mais: 

Cristiane lamenta que preparação não seja por ciclo como nas demais seleções
Marta busca algo mais pelo ouro e diz que seleção não vai a Londres para passear


compartilhar no