Vôlei

Mari Paraíba não descarta largar o esporte para seguir carreira de modelo

Jogadora está sem contrato, negocia com clubes e deve estampar capa da Playboy
05/06/2012 11:50 - Atualizado em 05/06/2012 17:43
Por Bernardo Feital
RIO

Mari Paraíba está entre a cruz e a espada. No auge da beleza, a musa da Superliga está atualmente sem clube, depois do fim do seu contrato com o Usiminas/Minas, mas no foco das lentes dos fotógrafos. A atleta de 25 anos fez um ensaio para a seção Happy Hour, na edição de maio da revista Playboy, já negocia para ser capa da publicação e não descarta, dependendo do que aconteça no futuro, largar o esporte para seguir carreira de modelo.

- Se for muito vantajoso para mim, eu seguiria a carreira de modelo e deixaria o vôlei. Mas tem de ser para receber tudo o que o esporte já me proporcionou. No momento, negocio com alguns clubes e estou esperando para ver o que acontece – disse, sem dar pistas das equipes envolvidas.

Veja mais: Mari Paraíba, musa da Superliga, aparece em edição de maio da Playboy 


Segundo a bela, a repercussão das fotos foi muito boa. Ela não esperava ser tão comentada entre as redes sociais. Com isso, ela disse que algumas propostas para novas fotos apareceram.

Mari Paraíba em foto na Playboy - Reprodução/Playboy

- Apareceram algumas revistas para tentarem algum contato. Mas quando eu aparecer na capa, aí sim vai deslanchar. Estou animada e gosto muito desta área. Sinto-me bem e preparada para atuar de modelo. Muita gente veio falar comigo e me parabenizar - comentou.


A ponteira até tentou fazer uma comparação entre a emoção de estar em um estádio lotado, lutando pela vitória e de ser focalizada e dirigida em um ensaio fotográfico.


- A tensão de uma partida é maior, pois você carrega tudo pelo jogo inteiro e não pode desligar em nenhum minuto. Já com a fotografia você começa tensa e aí vai se soltando e fica tudo tranquilo e engraçado – completou.


compartilhar no