Papo de borda

Na torcida pelo sucesso feminino no Open de Natação

Competição é a última do ano que vale índice para Londres-2012
08/12/2011 18:50 - Atualizado em 09/12/2011 12:04
Por Fernanda Thurler*
Rio

Começa, na próxima semana, o Open de Natação, no Rio, última oportunidade de 2011 de os nadadores conquistarem o índice olímpico. Até agora, o Brasil tem nove atletas com a marca necessária para ir a Londres-2012 em dez provas individuais. Do total, apenas uma mulher. Daynara de Paula, nos 100m borboleta (58s56).

Como espectadora, mais do que acompanhar a briga entre os clubes, espero ver a consagração da natação feminina. Tudo bem que o Open não é a última chance. Mas vão faltar apenas duas oportunidades: o Sul-Americano, em março, e o Maria Lenk, em maio. O fato é que seis competições já passaram e apenas uma tem o índice olímpico.

Minha grande aposta deste torneio é a jovem Graciele Herrmann. Com apenas 19 anos, a gaúcha ficou a apenas três centésimos de segundo da marca ideal dos 50m livre nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, prova em que conquistou a medalha de prata, com o tempo de 25s23.

Daynara de Paula: única mulher com índice para Londres-2012 - Jefferson Bernardes/VipcommEm Pequim-2008, nove atletas representaram as cores brasileiras no Cubo D’Água, superando as três que foram à Olimpíada de Atenas, em 2004. Torço para que em Londres, a natação dê mais um passo à frente. Se não aumentar o número de nadadoras, que ganhe a primeira medalha olímpica.

Para quem quiser acompanhar comigo o desempenho feminino no Open de Natação, publico a seguir a lista com o tempo que as nadadoras devem bater para garantir o índice olímpico.

50m livre – 25s20 (Graciele fez 25s23 em Guadalajara)

100m livre – 54s57

200m livre – 1m58s20

400m livre – 4m08s75

800m livre – 8m32s82

100m costas – 1m00s82

200m costas – 2m10s84

100m peito – 1m08s32

200m peito – 2m26s73

100m borboleta – 58s70 (Daynara nadou em 58s56 no Mundial de Xangai)

200m borboleta – 2m08s95

200m medley – 2m13s36

400m medley – 4m41s75

*Fernanda Thurler é editora de esportes do Portal AHE! 


compartilhar no